16 de out de 2010

Anorexia

Pessoal! Um pequeno resumo do que é essa patologia, desconhecida por muitos, de nossa pesquisa para apresentação do Curso Técnico em Nutrição e Dietética, na disciplina de Bioquímica

Não só nos dias de hoje, mas desde os tempos mais antigos, nós mulheres somos atentadas à todas as revistas quando vimos mulheres com cabelos maravilhosos, pele linda e... MAGRAS!
Mas nem a gordura, nem a magreza em excesso é sinal de saúde.
Devemos aceitar que temos nossas heranças genéticas, nossos costumes e nossa forma de viver, afinal o tempo corrido, o estudo, o trabalho e outras coisas do dia a dia influencia, e muito, na nossa forma de viver e ser, pois muitos fatores, como o stress e a depressão, são transtornos psicológicos que podem, muitas vezes, modificar nosso hábitos de alimentação.
A anorexia é uma delas. Meninas se sentem "pressionadas" ao verem na mídia mulheres magras e bonitas e associam essa "magreza" como sinônimo de beleza, o que acaba fazendo com que elas não se preocupem com a saúde, apenas com a imagem.
Geralmente quem sofre com essa patologia, regula a todo momento o que é ingerido, mente sobre sua alimentação, tem a auto-estima muito baixa e pratica exercícios físicos excessivamente.

Dentre as tantas consequências da anorexia, estão o desenvolvimento de distúrbios associados à desnutrição e debilidade dos órgãos, menstruação inexistente ou irregular, além da grande perda das características femininas.
Pessoal! O que podemos fazer para mudar esse conceito, de que devemos ser magras o bastante para sermos bonitas? Devemos sempre, antes de tudo, pôr nossa saúde em primeiro lugar!!! Nós, no papel de técnicas em nutrição, juntamente com as nutricionistas, devemos pôr em prática nossos conhecimentos, divulgando-os, afinal, somos responsáveis pela nutrição adequada de todos!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário