30 de jul de 2011

Benefícios do Mel


O mel, por definição, é um fluído viscoso, elaborado pelas abelhas a partir do néctar coletado das flores, desidratado, armazenado em alvéolos e operculados nos favos das suas colméias. Este produto é utilizado principalmente “in natura”. Existe, porém, bom número de pessoas que o utiliza misturando-o com outros alimentos ou como substituto do açúcar . A utilização do mel na nutrição humana não deveria limitar-se apenas a sua característica adoçante, mas principalmente por ser um alimento de alta qualidade, rico em energia e inúmeras outras substâncias benéficas ao equilíbrio dos processos biológicos de nosso corpo. 

Além de ser um alimento maravilhoso — um verdadeiro depósito de vitamina B, vários minerais e antioxidantes — o mel é um dos remédios mais antigos de uso contínuo. A Dra. May Berenbaum, entomologista da Universidade de Illinois, EUA, comenta: “Há séculos o mel tem sido usado para tratar vários problemas médicos, como ferimentos, queimaduras, cataratas, úlceras de pele e arranhões.”

Analisaremos agora diversos benefícios que o mel pode trazer para nossa saúde:

Ação Bactericida:As propriedades físico-químicas do mel, não só contribuem para a sua actividade anti-bacteriana, como também para o processo de cicatrização das feridas.


Propriedades antiinflamatórias:
Famoso mel e limão contra gripes
Os antioxidantes do mel possuem uma ação antiinflamatória que ajuda a reduzir o inchaço, melhora a circulação e não deixa o ferimento exsudar. 


Gripes, resfriados e doenças respiratórias:
Mel é excelente opção nutricional para muitas gerações devido efeitos os contra gripes, resfriados, asma, amigdalite e bronquite.

Laxante: 
O mel é levemente laxativo. Os que sofrem de prisão de ventre devem tomar, de manhã, ao levantarem-se, e de noite, ao deitarem-se, um ou dois copos de água, preferivelmente morna, adoçada com uma colherada de mel. 

Valor alimentício:
O mel é um alimento que não produz resíduos. Não exige um trabalho digestivo árduo como o açúcar de cana (ou sacarose), que requer o concurso do suco gástrico, para tornar possível a sua assimilação.
Não sendo um alimento de alto custo, pode ser consumido com frequência, quer ao natural quer na preparação de bolos e doces. O mel é um valioso alimento para as crianças, a partir dos dois anos de idade. Estes recebem benefícios se o mel faz parte do seu cardápio, pois lhes assegura maior desenvolvimento físico, graças às vitaminas e fosfatos que contém.

Cosmético Natural:
O mel e seus derivados são importantes matérias-primas tradicionalmente utilizadas na produção de cosméticos naturais e à base de produtos naturais. Esses ingredientes possuem propriedades emolientes, antioxidantes  hidratantes, nutritivas, antiinflamatórias, cicatrizantes e regeneradoras. Além disso, o mel é riquíssimo em minerais e vitaminas (principalmente e vitamina C), que a ciência  comprova como substância foto protetora da pele e que é poderosamente regeneradora. O mel é indicado para peles acneicas e/ou envelhecidas.


Porém, muito cuidado! O mel não deve ser administrado por crianças menores de 2 anos de idade!

Botulismo é um tipo severo de intoxicação alimentar causado pela ingestão de alimentos contendo uma potente neurotoxina formada durante o crescimento do Clostridium botulinum, cujos esporos estão frequentemente distribuidos na natureza. A origem desses esporos é desconhecida no botulismo infantil, mas o mel tem sido identificado como possível fonte de contaminação. 

> Sintomas: O  aspecto clínico do botulismo intestinal varia de quadros com constipação leve à síndrome de morte súbita. Manifesta-se inicialmente por constipação e irritabilidade, seguidos de sintomas neurológicos caracterizados por dificuldade de controle dos movimentos da cabeça, sucção fraca, disfagia, choro fraco, hipoatividade e paralisias bilaterais descendentes, que podem progredir para comprometimento respiratório.

Infelizmente, o uso do mel ainda é muito restrito entre os consumidores, sendo utilizado praticamente em combates a gripes e resfriados e uso cosmético. A falta de divulgação de seus benefícios e propriedades faz com que este alimento maravilhoso para nossa saúde deixe de ser apreciado.


Vamos consumir mais mel? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário